Estudos realizados Com Cogumelos em 2006.

|

Os efeitos de plenitude e tranquilidade provocados pela psilocibina, uma substância alucinógena contida nos cogumelos, parecem ser duradouros, revela um estudo publicado em Julho de 2006 nos Estados Unidos. Os pesquisadores da Universidade Johns Hopkins (Maryland) observaram que a maioria dos 36 voluntários que tomaram psilocibina, em condições controladas, constataram seus efeitos após mais de um ano. "A grande maioria destes voluntários definiu sua experiência (de 14 meses) como a mais construtiva no âmbito pessoal e a mais significativa no nível espiritual em sua vida", disse o doutor Roland Griffiths, professor de psiquiatria e neurociências da Universidade Johns Hopkins, principal autor do estudo, publicado no "Journal of Psychopharmacology".
Para garantir que as pessoas não imaginaram suas experiências, cada voluntário recebeu ou a psilocibina ou o metilfenidato, um estimulante conhecido para o tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.
Os participantes da pesquisa, todos de boa saúde física e mental, de elevado nível cultural e de espiritualidade ativa, viveram uma "experiência totalmente mística" após consumir a psilocibina. Um terço dos voluntários afirmou que a experiência foi a mais significativa em termos espirituais de toda sua vida. Muitos a compararam ao nascimento do primeiro filho ou à morte de um pai ou uma mãe. "Raramente em uma pesquisa psicológica foi possível observar efeitos positivos tão duradouros depois de apenas uma experiência de laboratório". Estas conclusões apóiam a crença de que experiências místicas vividas por algumas pessoas em sessões com alucinógenos podem ajudar doentes que sofrem de ansiedade ligada ao câncer ou à depressão.
Para Solomon Snyder, um neurocientista da Johns Hopkins que já fez experiências em si mesmo com o LSD, os estudos podem levar à detecção do "locus da religião" e das bases biológicas da consciência no cérebro. Mas, segundo Griffiths, seus estudos serão exclusivamente científicos. "Não estamos entrando na questão de ''Deus existe?''. Esse trabalho não pode e não vai chegar a esse ponto." A psilocibina também seria um potente instrumento para tratar os dependentes de drogas.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009 Jornadas da mente | Template Blue by TNB